30/10/2007

"ESTRELA À CHUVA"



Há duas vidas (ou antes duas adolescências) que abarcam este livro, a par de outras que se cruzam empurrando o quotidiano para um sonho ou uma quimera, consoante as aspirações de Estela, a rapariga que queria tornar-se estrela de rock, ou de Gisela, a jovem angolana que se tornou adulta pela força das circunstâncias.


...

LÊ ESTE LIVRO DE MARIA TERESA MAIA GONZALEZ ...

VAIS ADORAR!!


Estela está obcecada pelo êxito, sonha com os aplausos, as luzes da ribalta, o caleidoscópio da fama. A sua doentia obstinação leva-a a subjugar a mãe, a ignorar os colegas, a enxotar os amores quando lhe acenam nos intervalos das aulas...

Gisela, pelo contrário, não encontra no horizonte de dificuldades que é o seu, o espaço por onde se evadem os sonhos. De volta a casa, adormece os irmãos mais novos com histórias de príncipes, sapos e princesas, movida por uma força interior que a todos surpreende e acaba por sobrar para os colegas do décimo ano...

Dois mundos que a escritora conhece como ninguém. Duas realidades aqui narradas pela autora de tantos outros títulos que nos ficaram na memória. Neste livro, há páginas que nos suspendem a respiração e nos agitam os sentimentos. A indiferença não tem lugar nele.



26/10/2007

LÊ E VAIS VER QUE GOSTAS...



Aconselhamos a leitura do livro:


HIPOPÓPTIMOS


As ilustrações são de Danuta Wojciechowska, uma artista naturalizada portuguesa que se tem vindo a afirmar no panorama da ilustração de livros infantis em Portugal, tendo sido galardoada com uma Menção Honrosa no Prémio Nacional de Ilustração 2000, precisamente com uma outra obra de Álvaro Magalhães publicada pela ASA: O Limpa-Palavras e Outros Poemas. Título inédito do autor, Hipopóptimos - Uma História de Amor constitui o décimo volume da Biblioteca Álvaro Magalhães, que reúne toda a sua obra no domínio da literatura infanto-juvenil.

25/10/2007

SUGESTÕES DE LEITURA


OS ALUNOS SUGEREM...






"A lua de Joana"







Este livro é baseado em várias cartas que uma rapariga chamada Joana escreveu à sua melhor amiga, que se chamava Marta. A Joana escreveu aquelas cartas, que formam uma espécie de diário, em memória da amiga, pois a Marta tinha morrido há muito pouco tempo por causa de uma coisa muito comum nos dias de hoje: a droga…
Naquelas cartas estão escritas todas as aventuras e desventuras de Joana durante três anos… Um dia mais tarde ela, Joana, morreu e o pai, que nunca tinha tempo para estar com ela, leu as cartas e perguntou a si mesmo: “Agora tenho tanto tempo, para quê?”
Na minha opinião, não houve nenhuma parte do livro mais interessante que outra: gostei de todas as cartas que estão no livro! Todas elas mostram algumas experiências de vida muito importantes. Aconselho este livro a todos!”


Margarida Goulão, 6ºC

Este livro, A Lua de Joana, chama-nos a atenção para a verdadeira amizade entre as pessoas. Alerta-nos, também, para a importância de estarmos atentos às pessoas que nos rodeiam; saber perceber quando elas não estão bem e ajudá-las a encontrar o caminho certo.

Carolina Gouveia, 6ºC


E NÓS SUGERIMOS...







Escolhemos duas obras (“Real…mente” e “Em branco”) em jeito de homenagem à sua autora, Teresa Guedes, que faleceu há pouco tempo.



LEIAM E COMENTEM!


NA PISTA DO POEMA

Sabias que…

Todos os meses
,
podes participar no concurso “Na pista do poema”?
O desafio de cada mês é afixado no placar à esquerda (quando entras na Biblioteca), ao lado da janela.
Depois de o resolveres, coloca a tua ficha de resposta que está na mesa junto a esse placar.
Os vencedores receberão um marcador com o poema respeitante a cada mês.
No final do ano, o grande vencedor será o aluno que juntar maior número de marcadores e receberá um prémio surpresa.

Desafio do mês de Outubro:
“Para este poema desvendar, os números por letras deves trocar”

Vai à Biblioteca e tenta a tua sorte!

Atreve-te!

LEITURAS NA BIBLIOTECA

¨ Para ouvires ler
¨ Para conheceres livros
¨ Para partilhares leituras feitas
¨ Para fazeres jogos de leitura


Às vezes, após o almoço, ficamos com um tempinho livre.
Porque não aproveitá-lo para irmos até à Biblioteca e ouvirmos ler só para nós, tranquilamente sentados?


CLUBE DOS LEITORES VIVOS



Horário: segunda-feira, das 13h 15 às 14h
Professora Rogélia Proença


LEITURAS ÀS SOBREMESAS

Horário: terça-feira, das 13h 15 às 14h
Professora Merícia Passos


TORTÚLIA

Horário: sexta-feira, das 13h 15 às 14h
Professora Elsa Pinho


Nº máximo de alunos por sessão: 15
NOTA: Devido ao silêncio necessário a estas actividades, durante estes horários, só é permitida a entrada na biblioteca a alunos que queiram trabalhar nos computadores (8) ou utilizar a zona de leitura de documentos impressos para leituras, pesquisa ou estudo (12)

LISTA DE FAVORITOS


NOS COMPUTADORES
DA BIBLIOTECA...
e também aqui!


Para saberes mais…
Para aprenderes, divertindo-te…
Basta clicares...

Descobrir e aprender

Sítio dos miúdos

Passatempos de Língua Portuguesa

Aprender Português: jogos, contos e outros textos, desafios

Dicionário de língua portuguesa

Literatura portuguesa

Escritores de sonho(s)

Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada

António Mota

História do dia

“A menina do mar”

Fábulas, contos, histórias, lendas…

Contos tradicionais

Espaço poético

Netescrit@

Europa

Mais sobre a Europa

ABC da energia

História de Portugal


Personalidades que se destacaram em áreas diversas, desde a política aos ramos científico, literário, musical... em todo o mundo onde se fala português.

O sítio da B.D.

ESTES SÃO OS NOSSOS FAVORITOS!

OS conTApetes


SABES O QUE É UM
CONTAPETE?



Um conTApete é um tapete confeccionado exclusivamente em tecido.
É concebido a partir de um livro, correspondendo-lhe ao nível do estilo de ilustração e da estrutura narrativa.
Um conTApete é sempre um tapete e um livro.

O conTApete é um espaço organizado, uma porção do mundo em miniatura feita de tecido, material tão próximo da criança, associado ao conforto da cama, do colo do adulto afectivamente significativo para a criança, da roupa que aquece e protege.
Cada conTApete é a promessa de uma história a descobrir no livro que o acompanha. Esta promessa de descoberta permite promover a relação criança/livro/adulto: ela cria, na criança, o desejo de ler e oferece, ao adulto, um meio de conduzir a criança na aprendizagem das potencialidades da linguagem oral e escrita, de mediar a relação da criança com o objecto livro e com a leitura.
Os ConTApetes (nome original: racontetapis) foram uma ideia de Clothilde Fougeray Hammam, educadora de infância francesa, que desejava criar um instrumento lúdico de mediação da leitura. Foi o seu filho, Eric-Tarak Hammam, quem continuou o seu trabalho e que transmitiu essa técnica a Nuno Coelho e Luís Correia Carmelo da Trimagisto.


Vão realizar sessões na nossa escola no mês de Novembro!

Dia Internacional das Bibliotecas Escolares...



Na passada 2ª Feira, dia 22 de Outubro, comemorámos esta data realizando um Bibliopaper!


Participaram 15 equipas, sendo 4 do 5ºano; 9 do 6ºano e 2 do 8ºano.

Foi um dia muito divertido e durante o qual todos aprenderam ...

"
Mais e Melhor com a Biblioteca Escolar"!

Licença Creative Commons
O trabalho Blogue das Bibliotecas de Tortosendo foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Portugal.